Enfrentando demônios há mais de 1 ano

É incrível como ainda ouço pessoas comentarem sobre meu canal no YouTube como sendo uma coisa realmente impossível de se fazer, mas o YouTube é uma comunidade aberta a todos e todos podemos entrar e abrir um canal, dois, três, quantos você quiser, mas pra mim não foi assim tão simples.

Em 23 de Maio de 2015 eu finalmente resolvi publicar o primeiro vídeo do meu canal e foi completamente contra a minha vontade. Eu tinha gravado 3 vídeos que atirei no lixo (do computador) por ter odiado o resultado final… Eu enfrentava na época dois demônios épicos: Meu olho estrábico (o famoso olho vesgo) e minha voz.

Calma, vamos falar de um demônio por vez…

Meu estrabismo me irritava, me deixava chateado e fazia eu me sentir a pessoa mais feia do planeta (e não é drama ou exagero, é real. Eu me sentia um lixo por causa disso). O que eu odiava é que as vezes as pessoas pensavam que eu estava olhando para algo atrás delas, para uma outra pessoa ou outra coisa, pois olhavam meu olho vesgo e aquilo me deixava extremamente mal, às vezes destruía um dia bom inteiro.

Meu estrabismo aumenta conforme meu nível de cansaço. Vou simplesmente perdendo o controle do olho, por isso a noite era o momento que o meu demônio me atormentava mais, mas vamos voltar ao vídeo, onde isso ganhou força, me fez chorar de raiva e revolta. Eu olhava o vídeo e não queria ser daquele jeito e minha mente me questionava “quem diabos vai querer ver alguém assim?”. Eu estava decidido, o canal não vai mais acontecer, vou vender todo equipamento (novo, comprado só pro canal) e abandonar esse projeto.

Um amigo então disse “Faz um vídeo pra mim, só pra mim. Como se você fosse publicar. Eu quero ver”. Chateado com tudo o que eu tinha passado eu decidi atender ao pedido dele e o quarto “primeiro vídeo” foi criado e eu publiquei o vídeo como privado e enviei o link para ele, ele então respondeu pra mim “publica“ e não queria, pois ainda existia um outro demônio que eu enfrentava na época: Minha voz! Era uma batalha injusta, dois contra um, eu jamais venceria sozinho, mas o fato é que eu não estava sozinho e eu sabia disso. Publiquei o vídeo.

Após compartilhar na minha conta do Facebook, amigos e conhecidos de amigos passaram a compartilhar em suas contas e recebi inúmeras mensagens falando sobre o quanto gostaram, recebi apoio e isso foi uma espécie de “Fatality” aplicado aos meus demônios.

Ainda tenho problemas com meu estrabismo, já ouvi pessoas falarem que não gostam de assistir meus vídeos pois não se sentem bem olhando pra mim vesgo e este é um demônio que ainda guardo dentro de mim, atordoado por uma multidão gigantesca e poucas pequenas figuras o tentam acordar ainda hoje.

Talvez eu não tenha condição de ser um “grande youtuber”, mas quer saber, já conquistei os corações de muitas pessoas, exatamente as mesmas que conquistaram o meu, mesmo que por trás de uma tela. O Youtube é uma comunidade com pessoas maravilhosas e não estou falando apenas de Youtubers, estou falando de quem assiste mesmo.

Eu sei que não sou um grande Youtuber, mas saibam que todos vocês são gigantescos pra mim. Muito obrigado por me acompanharem, muito obrigado por estarem comigo mesmo que por trás de uma tela. Muito obrigado por me levarem até suas vidas e por entrarem na minha também e acima de tudo, muito obrigado por estarem aqui, até este ponto final.

Comentários
Para comentar é necessário estar logado.
Nenhum Comentário Encontrado
Vídeos Recentes
Últimos vídeos do canal
20:13
25/02/2019 00:16, Depois dos 30
"Eu sou muito grato a cada vida que eu vivi no instante que eu liguei meu video game e peguei meu controle na mão." Sim, sim, eu sei, título meio trágico, mas... deixa eu e te con...
08:46
18/02/2019 00:45, Depois dos 30
Já dizia meu pai! Adolescente é revolucionário! Na real eramos E ainda somos. Os sonhos depois dos 30 não morreram e tem uma forma de realizarmos eles.

Última Etapa!

Agora falta só mais uma etapa!
Acesse seu e-mail e confirme seu cadastro clicando no link encaminhado no mesmo e faça parte da nossa comunidade!