Precisamos falar sobre Ele...

Estamos hoje vivendo em um universo onde a guerra política define tudo ao nosso redor. Conceitos, amigos e até mesmo quem deve e não deve viver. O mundo está ficando cego pelos motivos mais estúpidos possíveis. O fato de eu ser gay, lésbica, bissexual, assexual, trans não deve ditar se eu devo ou não viver. Só abrindo um parênteses, ninguém tem o direito de ditar isso pra mim, pra você ou pra qualquer um. Você não deu a vida para tomá-la de alguém, todos conquistamos isso dentro de um processo que pode ter levado até 9 meses, mas este não é o ponto aqui… Ou é?

A política é interessante, tanto quanto confusa e tem muita gente confundindo opinião política com declaração de guerra. Somos todos sócios de uma mesma empresa e queremos ter nossos direitos atendidos dentro dessa companhia por isso procuramos alguém que represente nossos direitos, porém tem muita gente confundindo direito com desejo. O fato de você desejar enfiar a mão na cara de alguém (que cá entre nós é bem comum e por vezes alta), não te dá o direito de fazê-lo. Seus direitos terminam no ponto em que você passa a prejudicar a vida, os direitos e o bem estar de uma outra pessoa.

Ta, espera, mas e se os direitos dela forem contrários aos meus… Novamente, jogue seus desejos e direitos sobre uma mesa e comece a separá-los. Direitos não são desejos.

"Qual o problema dessas pessoas então?"

É tudo o meu, tudo o nosso e estão esquecendo da empatia…

Não, espera… O que? O que é empatia… Ah sei… (Vou ignorar a palavra e continuar o texto…)

Não se preocupe, eu traduzo o português pra você: empatia é a capacidade de você se colocar no lugar de uma outra pessoa e enxergar o mundo através dos olhos dela, entender os medos, desafios, dores e dificuldades (e por favor não diga “eu sei o que você está sentindo” pra algúem, não você não sabe, você faz ideia. Fazer ideia é diferente de você saber, então nunca diga isso).

Então você não sabia sobre essa palavra? Está tudo bem você não saber, não nascemos sabendo, assim como não sabemos as verdadeiras intenções de muitos candidatos que pipocam na nossa tela em anos eleitorais, mas a internet está aí e você PRECISA se informar.

Eu sei que seu grande amigo te convenceu que propostas superficiais de baixa estrutura talvez sejam uma boa resposta para nosso país, mas talvez. Que o “Eu não tenho que saber disso, eu vou contratar quem o saiba” talvez seja a melhor resposta para nossa economia, mas eu acho que você deve procurar o “background” da pessoa que o fala. Você deve procurar a natureza desses pensamentos e qual a posição que essa pessoa possui por outras que estão ao redor dele. O quão ele vai cuidar de “nós”. Proposta política é a base do que eles irão executar nos próximos anos, mas continua sendo um textinho bem florido e com “adesivinhos” de caderno da 4º série pra ganhar estrelinha da professora...

Então no que você quer que eu me baseie?

No conjunto da obra, no todo, pare de olhar para superfície. Aprofunde-se e você verá que as águas nas quais você está navegando, são bem mais profundas e escuras do que a superfície mostra.

"O que você fala é mentira!"

O fato de você não ter passado na pele o ódio dele talvez não te faça enxergar, mas lembra da empatia que eu falei... talvez você consiga praticar com algumas dessas pessoas abaixo:

Visualizar esta foto no Instagram.

#elenao #elenunca

Uma publicação compartilhada por Débora Falabella (@deborafalabellaoficial) em

O voto é o poder que damos pra uma pessoa. Olhe bem o tamanho do poder que você está entregando e olhe para quem você está entregando.

Mesmo depois de olhar, investigar e conhecer essas “águas negras” você continuar achando que ele é a resposta, no final do dia eu vou continuar respeitando sua opinião política. Isso não é uma guerra. Parece, mas não é.

#eleNao

Comentários
Para comentar é necessário estar logado.
Nenhum Comentário Encontrado
Vídeos Recentes
Últimos vídeos do canal
20:13
25/02/2019 00:16, Depois dos 30
"Eu sou muito grato a cada vida que eu vivi no instante que eu liguei meu video game e peguei meu controle na mão." Sim, sim, eu sei, título meio trágico, mas... deixa eu e te con...
08:46
18/02/2019 00:45, Depois dos 30
Já dizia meu pai! Adolescente é revolucionário! Na real eramos E ainda somos. Os sonhos depois dos 30 não morreram e tem uma forma de realizarmos eles.

Última Etapa!

Agora falta só mais uma etapa!
Acesse seu e-mail e confirme seu cadastro clicando no link encaminhado no mesmo e faça parte da nossa comunidade!